Pesquisar No Site

Centro de Referência de Assistência Social – CRAS

Publicado em: 26/04/2023
Centro de Referência de Assistência Social – CRAS

Secretaria Responsável:

Secretaria Municipal de Assistência Social – Serviço De Proteção Social Básica

Serviços oferecidos:

Centro de Referência de Assistência Social – CRAS.

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) é uma unidade pública estatal descentralizada. Porta de entrada da assistência social, oferta serviços, programas e projetos da Proteção Social Básica por meio do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) e do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Os usuários do serviço também são orientados sobre os benefícios assistenciais e podem ser inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Atualmente no município contamos com seis Centros de Referência de Assistência Social – (CRAS), que atendem de forma descentralizada, sendo dois na região Sul, um na região Central e três na região Norte.

Horário de funcionamento

Das 08h30 às 16h30 de segunda a sexta-feira.

Requisitos:

Famílias e indivíduos em situação de vulnerabilidade social.

Documentos necessários:

  • RG
  • Número de Identificação Social
  • Certidão de nascimento de filhos menores de idade
  • CPF
  • Titulo de Eleitor
  • CTPS (Carteira de Trabalho)
  • Comprovante de endereço (conta de água/luz/telefone ou outra correspondência no nome do requerente)
  • Comprovante de renda de todos.

Informações necessárias para acessar o serviço:

Atendimento por meio de agendamento prévio por telefone ou pessoalmente e demanda espontânea.

Previsão prazo máximo para a prestação do serviço:

Imediato, com acompanhamento a critério do técnico de referência.

Forma de prestação do serviço:

Atendimento técnico no equipamento, visita domiciliar, grupos socioeducativos.

Locais e formas para o usuário apresentar eventual manifestação sobre o serviço:

“ROBERTO BARBOSA DE JESUS” – CRAS CENTRO

Bairros de referência: Benfica, Caputera, Centro, Estrela D’alva, Indaiá, Ipiranga, Jaraguazinho, Jardim Aruan, Jardim Forest, Jardim Francis, Jardim Gaivota, Jardim Jaqueira, Jardim Primavera, Poiares, Ponte Seca, Prainha, Rio do Ouro, Sumaré e Tinga.

Endereço: Rua Antônio Valente, 80 – Jardim Jaqueira

Telefone: (12) 3886-2000


Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos

Endereço: Avenida José Benedito de Faria, 488 – Ponte Seca

Telefone: (12) 3883-9796


“MARIA LUIZA BOURABEBY” – CRAS SUL

Bairros de referência: Pegorelli, Perequê Mirim, Travessão, Balneário Santa Helena, Jaragua, Tarumã, Nova Caragua e Vapapesca.

Endereço: Avenida Itallo Mazzucca, 963 – Porto Novo

Telefone: (12) 3885-2700


 Centro Integrado de Ações Sociais e Culturais (CIASC)

Endereço: Avenida José da Costa Pinheiro Junior, 2161 – Perequê Mirim

Telefone: (12) 3888-3013


Núcleo de Atendimento Social – Centro Comunitário do Pegorelli

Endereço: Rua 3 (três), nº 75 – Pegorelli


“Janaína Guerra Bernardes de Andrade.” – CRAS BARRANCO ALTO

Bairros de referência: Barranco Alto, Fazenda Serramar, Golfinho, Jardim Britânia, Jardim Helena, Jardim Parnaso, Jardim Saveiro, Mar Azul, Morro do Algodão, Nova Caraguá II, Pirassununga, Poço das Antas, Pontal Santa Marina, Porto Novo, Praia das Palmeiras, Recanto do Sol, Rio Claro, Rio Marinas.

Endereço: Rua Sebastião Paulino Ferreira, 81 – Barranco Alto.

Telefone: (12) 3887-1316


Núcleo de Atendimento Social – Centro Comunitário e Cultural José Agostinho de Souza “Paraíba” – Morro do Algodão

Endereço: Rua São Miguel, 1.382 – Morro do Algodão

Telefone: (12) 3888-3447


“GERALDO LUIZ DOS SANTOS” – CRAS NORTE

Bairros de referência: Cantagalo, Casa Branca, Jardim Estella Maris, Jardim Terralão, Martin de Sá, Morro do Querosene, Olaria, Cidade Jardim e Serraria.

Endereço: Avenida Marginal Ipiranga, 17 – Olaria

Telefone: (12) 3883-6305


Núcleo de Atendimento Social – Casa Branca

Endereço: Rua Pedro de Oliveira Barbosa, 779 – Casa Branca Telefone: (12) 3882-1215


Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos

Endereço: Rua Pedro de Oliveira Barbosa, 100 – Casa Branca -Telefone: (12) 3883-4854


“ANTONIA APARECIDA DECANINI –TONINHA” – CRAS JETUBA

Bairros de referência: Jetuba, Alto do Jetuba, Jardim Santa Rosa e Morro do Chocolate, Capricórnio I, II e III, Morada do Mar, Portal da Fazendinha, Som do Mar e Delfim Verde.

Endereço: Avenida Gabriel Fagundes da Rosa, 315 – Jetuba

Telefone: (12) 3889-3565


“NADIR PEREIRA SOARES” – CRAS MASSAGUAÇU

Bairros de referência: Tabatinga, Mococa,Cocanha, Verde Mar, Massaguaçu, Pedra Grande, Sertão dos Tourinhos, Jardim do Sol, Portal do Patrimônium, Jardim Mariella, Balneário Gardemar e Morada do Mar..

Endereço: Rua Itália Baffi Magni, 512 – Massaguaçu

Telefone: (12) 3882-2668.


Centro Comunitário e Cultural “Calixto Leandro”

Endereço: Avenida Geraldo Alves, 42 – Massaguaçu – Telefone: (12) 3882-1909


SERVIÇO DE PROTEÇÃO E ATENDIMENTO INTEGRAL À FAMÍLIA – PAIF

O Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família – PAIF consiste no trabalho social com famílias, de caráter continuado, com a finalidade de fortalecer a função protetiva das famílias, prevenir a ruptura dos seus vínculos, promover seu acesso e usufruto de direitos e contribuir na melhoria de sua qualidade de vida. Prevê o desenvolvimento de potencialidades e aquisições das famílias e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, por meio de ações de caráter preventivo, protetivo e proativo. O trabalho social do PAIF deve utilizar-se também de ações nas áreas culturais para o cumprimento de seus objetivos, de modo a ampliar universo informacional e proporcionar novas vivências às famílias usuárias do serviço. As ações do PAIF não devem possuir caráter terapêutico. Fundamenta-se no fortalecimento da cultura do diálogo, no combate a toas as formas de violência, de preconceito, de discriminação e de estigmatização nas relações familiares.

USUÁRIOS:
  • Famílias em situação de vulnerabilidade social decorrente da pobreza, do precário ou nulo acesso aos serviços públicos, da fragilização de vínculos de pertencimento e sociabilidade e/ou qualquer outra situação de vulnerabilidade e risco social residentes nos territórios de abrangência dos CRAS, em especial:
  • Famílias beneficiárias de programas de transferência de renda e benefícios assistenciais; – Famílias que atendem os critérios de elegibilidade a tais programas ou benefícios, mas que ainda não foram contempladas;
  • Famílias em situação de vulnerabilidade em decorrência de dificuldades vivenciadas por algum de seus membros; – Pessoas com deficiência e/ou pessoas idosas que vivenciam situações de vulnerabilidade e risco social.
OBJETIVOS:
  • Fortalecer a função protetiva da família, contribuindo na melhoria da sua qualidade de vida; – Prevenir a ruptura dos vínculos familiares e comunitários, possibilitando a superação de situações de fragilidade social vivenciadas;
  • Promover aquisições sociais e materiais às famílias, potencializando o protagonismo e a autonomia das famílias e comunidades;
  • Promover acessos a benefícios, programas de transferência de renda e serviços socioassistenciais, contribuindo para a inserção das famílias na rede de proteção social de assistência social;
  • Promover acesso aos demais serviços setoriais, contribuindo para o usufruto de direitos;
  • Apoiar famílias que possuem, dentre seus membros, indivíduos que necessitam de cuidados, por meio da promoção de espaços coletivos de escuta e troca de vivências familiares.
PROGRAMAS:
  • Bolsa Família e demais programas de transferência de renda;
  • ACESSUAS Trabalho;
  • Viva Leite.
SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VINCULO – SCFV

Serviço realizado em grupos, organizado a partir de percursos, de modo a garantir aquisições progressivas aos seus usuários, de acordo com o seu ciclo de vida, a fim de complementar o trabalho social com famílias e prevenir a ocorrência de situações de risco social. Forma de intervenção social planejada que cria situações desafiadoras, estimula e orienta os usuários na construção e reconstrução de suas histórias e vivências individuais e coletivas, na família e no território. Organiza-se de modo a ampliar trocas culturais e de vivências, desenvolver o sentimento de pertença e de identidade, fortalecer vínculos familiares e incentivar a socialização e a convivência comunitária. Possui caráter preventivo e proativo, pautado na defesa e afirmação dos direitos e no desenvolvimento de capacidades e potencialidades, com vistas ao alcance de alternativas emancipatórias para o enfrentamento da vulnerabilidade social.

DESCRIÇÃO ESPECÍFICA DO SERVIÇO PARA CRIANÇAS ATÉ 6 (seis) ANOS:

Tem por foco o desenvolvimento de atividades com crianças, familiares e comunidade, para fortalecer vínculos e prevenir ocorrência de situações de exclusão social e de risco, em especial a violência doméstica e o trabalho infantil, sendo um serviço complementar e diretamente articulado ao PAIF.

DESCRIÇÃO ESPECÍFICA DO SERVIÇO PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES DE 6 A 15 ANOS:

Tem por foco a constituição de espaço de convivência, formação para a participação e cidadania, desenvolvimento do protagonismo e da autonomia das crianças e adolescentes, a partir dos interesses, demandas e potencialidades dessa faixa etária.

DESCRIÇÃO ESPECÍFICA DO SERVIÇO PARA ADOLESCENTES E JOVENS DE 15 A 17 ANOS:

Tem por foco o fortalecimento da convivência familiar e comunitária e contribui para o retorno ou permanência dos adolescentes e jovens na escola, por meio do desenvolvimento de atividades que estimulem a convivência social, a participação cidadã e uma formação geral para o mundo do trabalho.

DESCRIÇÃO ESPECÍFICA DO SERVIÇO PARA JOVENS DE 18 A 29 ANOS:

Tem por foco o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, na proteção social, assegurando espaços de referência para o convívio grupal, comunitário e social e o desenvolvimento de relações de afetividade, solidariedade e respeito mútuo, de modo a desenvolver a sua convivência familiar e comunitária.

DESCRIÇÃO ESPECÍFICA DO SERVIÇO PARA ADULTOS DE 30 A 59 ANOS:

Tem por foco o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, desenvolvendo ações complementares assegurando espaços de referência para o convívio grupal, comunitário e social e o desenvolvimento de relações de afetividade, solidariedade e encontros intergeracionais de modo a desenvolver a sua convivência familiar e comunitária.

DESCRIÇÃO ESPECÍFICA DO SERVIÇO PARA IDOSOS:

Tem por foco o desenvolvimento de atividades que contribuam no processo de envelhecimento saudável, no desenvolvimento da autonomia e de sociabilidades, no fortalecimento dos vínculos familiares e do convívio comunitário e na prevenção de situações de risco social.

OBJETIVOS GERAIS:
  • Complementar o trabalho social com família, prevenindo a ocorrência de situações de risco social e fortalecendo a convivência familiar e comunitária;
  • Prevenir a institucionalização e a segregação de crianças, adolescentes, jovens e idosos, em especial, das pessoas com deficiência, assegurando o direito à convivência familiar e comunitária;
  • Promover acessos a benefícios e serviços socioassistenciais, fortalecendo a rede de proteção social de assistência social nos territórios;
  • Promover acessos a serviços setoriais, em especial das políticas de educação, saúde, cultura, esporte e lazer existentes no território, contribuindo para o usufruto dos usuários aos demais direitos;
  • Oportunizar o acesso às informações sobre direitos e sobre participação cidadã, estimulando o desenvolvimento do protagonismo dos usuários;
  • Possibilitar acessos a experiências e manifestações artísticas, culturais, esportivas e de lazer, com vistas ao desenvolvimento de novas sociabilidades;
  • Favorecer o desenvolvimento de atividades intergeracionais, propiciando trocas de experiências e vivências, fortalecendo o respeito, a solidariedade e os vínculos familiares e comunitários.

Prioridades de atendimento:

Crianças, pessoas com deficiência e idosos.

Previsão de tempo de espera para atendimento:

Atendimento imediato com acompanhamento por período a ser avaliado pela equipe de referência.

Mecanismos de comunicação com os usuários:

Pessoalmente no CRAS, e-mail, telefone, internet, site, correspondências via Correios com aviso de recebimento (AR).

Procedimentos para receber e responder as manifestações dos usuários:

Ocorrem no momento do atendimento ou nas manifestações por escrito no prazo máximo de 30 dias.

Mecanismos de consulta acerca do andamento do serviço solicitado:

Contato telefônico, e-mail, via sistema protocolo ou comparecimento no CRAS de referência.


Avaliação dos Serviços

Avalie os serviços da Prefeitura Municipal de Caraguatatuba
Mais transparencia

Veja Também Recentes

Prefeitura de Caraguatatuba chama mais bolsistas do PEAD para reforço na limpeza pública
Prefeitura de Caraguatatuba chama mais bolsistas do PEAD para reforço na limpeza pública

A Prefeitura de Caraguatatuba chamou mais cinco bolsistas do Programa Emergencial de Auxílio-Desemprego (PEAD) para se apresentar até a próxima quarta-feira (17/4), das 9h às 11h e das 13h às 16h, ao Departamento de Recursos Humanos da Secretaria de Administração, no Centro. Após a assinatura do contrato, os bolsistas vão

Leia Mais Notícias Secretaria de Administração Publicado em 15/04/2024
Prefeitura de Caraguatatuba atua contra trabalho infantil na Martim de Sá
Prefeitura de Caraguatatuba atua contra trabalho infantil na Martim de Sá

A Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Assistência Social, promoveu uma ação através do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) na Martim de Sá, no último sábado (29). A iniciativa, conduzida pela equipe de Serviço Especializado em Abordagem Social (SEAS), teve como principal objetivo conscientizar a população,

Leia Mais Notícias Secretaria de Assistência Social Publicado em 03/04/2024
Alistamento militar de jovens do sexo masculino nascidos em 2006 segue até 30 de junho
Alistamento militar de jovens do sexo masculino nascidos em 2006 segue até 30 de junho

Jovens do sexo masculino (sejam cis – que se identificam com o gênero de nascença – ou transgêneros) de Caraguatatuba nascidos em 2006 têm até o dia 30 de junho para fazer o alistamento militar.  Adolescentes que completam 18 anos em 2024 devem se alistar nas Forças Armadas (Marinha, Exército

Leia Mais Notícias Gabinete do Prefeito Publicado em 10/04/2024
Copa Caiçara Jiu-Jitsu 2024 agita Caraguatatuba neste domingo
Copa Caiçara Jiu-Jitsu 2024 agita Caraguatatuba neste domingo

Caraguatatuba recebe a 1ª edição da Copa Caiçara Jiu-Jitsu 2024 neste domingo (14), no Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves (Cemug), a partir das 8h. São esperadas 1.300 pessoas, entre público presente e competidores de todo o Litoral Norte, Vale do Paraíba e capital paulista. Os participantes poderão vivenciar as disputas

Leia Mais Notícias Secretaria de Esportes e Recreação Publicado em 11/04/2024
Centro Pop de Caraguatatuba é destaque no II Fórum sobre Pessoas em Situação de Rua
Centro Pop de Caraguatatuba é destaque no II Fórum sobre Pessoas em Situação de Rua

A Secretaria de Assistência Social de Caraguatatuba marcou presença no Il Fórum sobre a Pessoa em Situação de Rua, realizada nesta quarta-feira (17) pela Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social (DRADS) do Litoral Norte e Vale do Paraíba. Caraguá se destacou no evento por ser um dos poucos municípios

Leia Mais Notícias Secretaria de Assistência Social Publicado em 18/04/2024