Pesquisar No Site

Profissionais da rede municipal de Caraguatatuba recebem capacitação sobre prevenção da Covid-19

Publicado em: 12/03/2020
Profissionais da rede municipal de Caraguatatuba recebem capacitação sobre prevenção da Covid-19
Profissionais da rede municipal de Caraguatatuba recebem capacitação sobre prevenção da Covid-19

Supervisores e diretores de todas as escolas da rede municipal participaram de uma capacitação, focada na importância e nos métodos de prevenção do coronavírus (Covid-19), da equipe da Vigilância Epidemiológica (VE) da Secretaria de Saúde (Sesau) de Caraguatatuba nesta quinta-feira (12) na Secretaria de Educação (Seduc).

#PraCegoVer: Em pé, a secretaria de Educação, Márcia Paiva, fala ao público presente no Salão Monteiro Lobato da Seduc (Foto: Divulgação/PMC)

A capacitação, que foi realizada no Salão Monteiro Lobato da Seduc, contou ainda com a presença da secretária de Educação, Márcia Paiva, e a secretária adjunta de Saúde, Derci Andolfo.

Érika Tessari, médica da equipe da VE, explicou aos educadores os cuidados iniciais e medidas que devém ser tomadas nas escolas. “O melhor a se fazer neste momento, em relação ao coronavírus, é a prevenção”, disse.

A médica também abordou como assunto, os sintomas da doença e quais pacientes se enquadram como casos suspeitos. “A pessoa precisa ter febre e mais um sintoma respiratório, como tosse e coriza, e ter voltado de uma viagem a 14 dias de algum país com contágio da doença”.

Segundo ela, “estar com os sintomas e ter tido contato com algum paciente suspeito ou confirmado com Covid-19, também se torna um caso suspeito”. “O que mais impressiona é a velocidade de contágio da Covid-19 e o tempo que o vírus sobrevive em um ambiente, que é de 24 horas”, ressaltou.

Os profissionais de educação receberam informações sobre notificações e recomendações da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo sobre hábitos que devém ser adotados por alunos e professores para evitar a transmissão, caso houver um surto da doença no país.

Entre as principais recomendações estão: evitar o compartilhamento de utensílios pessoais, como copos e escovas de dente; lavar sempre as mãos com água e sabão; evitar aglomerações; realizar regularmente a limpeza da escola, principalmente em lugares que as pessoas passam as mãos, como maçanetas e corrimões.

Outra preocupação é sobre o período de incubação da doença, que dura 14 dias. ”Neste período a pessoa não transmite a doença”, salientou Érika Tessari, que também foi questionada pelos profissionais sobre a quarentena. “Serve apenas para pessoas que apresentam os sintomas e que viajaram para algum país que apresentou casos da doença”.

A meta da Secretaria de Saúde é conduzir com mais tranquilidade a disseminação da doença. Para isso, é fundamental que a população siga todas as orientações de prevenção que podem acalmar a situação.

A secretaria adjunta de Saúde, Derci Andolfo, disse que “os hábitos de higiene precisam ser passados para as crianças e principalmente para os pais”. Ela acrescentou que “se proteger é melhor maneira de acabar com o vírus”.

Aplicativo para celular sobre Covid-19

#PraCegoVer: Imagem mostra o aplicativo produzido pelo Ministério da Saúde para o combate ao coronavírus (Foto: Divulgação)

Desde o início do mês, o Ministério da Saúde disponibilizou em lojas de aplicativo de celular, o ‘Coronavírus – SUS’, um canal de fácil acesso para com informações úteis para combate e prevenção da doença.

Através da plataforma multifuncional é possível obter informações e tirar dúvidas sobre sintomas, prevenção e outras informações relevantes como unidades de saúde próximas e notícias oficiais.

Com tudo, a principal função do software é a análise da condição de saúde do usuário. Ao abrir o aplicativo, a pessoa se depara com um questionário, que pergunta se ela está bem ou não. Depois disso, ela irá passar por uma triagem para apontar quais sintomas o usuário sente no momento.

Antecipação da Campanha de Vacinação contra gripe

A Prefeitura de Caraguatatuba realiza no período de 23 de março a 22 de maio a imunização contra gripe, com o dia “D” mobilização nacional programado para o dia 9 de maio.

O Ministério da Saúde tomou a decisão de realizar esta campanha com um mês de antecedência, que acontecia em abril, pela atual situação em o que o mundo passa no combate a Covid-19, apesar desta vacina não prevenir contra esse novo vírus.

O que se pretende com a antecipação é proteger a população contra a influenza e reduzir a carga da circulação, além de minimizar o impacto sobre os serviços de saúde. Importante lembrar, que os sintomas da doença são semelhantes aos do coronavírus.

A influenza é uma infecção causada por um vírus que afeta o sistema respiratório, que é transmitido através de secreções de uma pessoa contaminada para outra, ao espirrar, falar ou tossir, ou por meio das mãos que, após o contato com superfícies recentemente contaminadas por secreções de um indivíduo infectado, levam a mão suja diretamente para a boca, nariz e olhos.

#PraCegoVer: A secretaria adjunta de Saúde, Derci Andolfo, dá explicações sobre o coronavírus aos profissionais de educação (Foto: Divulgação/PMC)

A Campanha de Vacinação contra gripe será divida em três fases, sendo a primeira para idosos e profissionais da Saúde, que será iniciada no dia 23 de março. Os trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados deverão receber a vacina influenza. O profissional precisar apresentar um documento que comprove sua atuação na área da saúde.

Pessoas com mais de 60 anos ou mais deverão receber a vacina influenza, mediante apresentação de documento que comprove a idade.

A segunda fase da campanha, com início no dia 16 de abril, será destina a todos os professores das escolas públicas e privadas e profissionais de segurança e salvamento.

Crianças de seis meses a menores de seis anos (cinco anos, 11 meses e 29 dias); gestantes, em qualquer período de gestação; puérperas, mulheres no período até 45 dias após o parto; indivíduos de 55 anos a 59; pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais fazem parte do grupo da terceira fase, que será iniciada no dia 9 de maio.

A Vigilância Epidemiológica da Sesau ressaltou que a vacina é contraindica para menores de 6 meses, pessoas que possuem alergia severa ao ovo e que tenham tido relações anafiláticas em doses anteriores.

 

Gabriel Batalha
Jornalista Responsável: Acácio Gomes
Informações para a Imprensa (12) 3897-5650 ou jornalismo@caraguatatuaba.sp.gov.br

Mais Notícias

Veja Também Recentes

Covid-19: Prefeitura fiscaliza mais de 4 mil estabelecimentos e multas ultrapassam R$ 1,8 milhão
Covid-19: Prefeitura fiscaliza mais de 4 mil estabelecimentos e multas ultrapassam R$ 1,8 milhão

A Prefeitura de Caraguatatuba, durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), não vem medindo esforços em fiscalizar o descumprimento do decreto estadual 64.881. Mais de 4 mil ações de inspeção foram realizadas desde o início da quarentena. Os trabalhos foram realizados pelas Secretarias da Fazenda (Fiscalização do Comércio), Urbanismo (Fiscalização de

Leia Mais Notícias Secretaria de Fazenda Publicado em 30/04/2020
Conselho de Esportes determina pagamento da bolsa auxílio aos profissionais do FIDA
Conselho de Esportes determina pagamento da bolsa auxílio aos profissionais do FIDA

O Conselho Municipal de Esportes (CME) de Caraguatatuba realizou na última quinta-feira (30/04) uma reunião para determinar o pagamento da bolsa auxílio do mês de abril para projetistas do Fundo de Incentivo ao Desporto Amador (FIDA) da Secretaria de Esportes e Recreação (Secer). Desde dia 23 de março, as aulas

Leia Mais Notícias Secretaria de Esportes e Recreação Publicado em 05/05/2020
c5f0456a-492c-4cec-80c1-8f16f56e0249
Caraguatatuba tem mais uma paciente recuperada da Covid-19

Uma simples visita durante a quarentena pode ter consequências graves. Profissional da área de beleza e com os trabalhos suspensos por causa da pandemia do novo coronavírus, Regina Silva de Castro, 49 anos, foi com o marido, Vander, 34 anos, passar alguns dias na casa da família dele, em São

Leia Mais Notícias Secretaria de Saúde Publicado em 22/05/2020
Prefeitura de Caraguatatuba alerta sobre fake news do uso de máscaras em carros particulares
Prefeitura de Caraguatatuba alerta sobre fake news do uso de máscaras em carros particulares

A Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana e Proteção ao Cidadão, alerta que a informação disparada nas redes sociais referente à obrigatoriedade do uso de máscara em carros particulares é uma fake news. Não usar máscara ao dirigir veículos particulares não acarreta em multa, perda de

Leia Mais Notícias Secretaria de Mobilidade Urbana e Proteção ao Cidadão Publicado em 08/05/2020
Repasse dos royalties para Caraguatatuba apresenta queda de R$ 7,1 milhões em relação a 2019
Repasse dos royalties para Caraguatatuba apresenta queda de R$ 7,1 milhões em relação a 2019

Os royalties repassados à Prefeitura de Caraguatatuba pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) registraram uma queda de R$ 7.141.216,35 nos meses de abril e maio em relação ao mesmo período ano passado. A baixa no repasse se deve à redução no consumo de combustíveis fósseis ocasionada

Leia Mais Notícias Secretaria de Fazenda Publicado em 21/05/2020