Pesquisar No Site

Pedidos de projetos de calçadas crescem mais de 100% no Setor de Acessibilidade de Caraguatatuba

Pedidos de projetos de calçadas crescem mais de 100% no Setor de Acessibilidade de Caraguatatuba
Pedidos de projetos de calçadas crescem mais de 100% no Setor de Acessibilidade de Caraguatatuba

A equipe técnica do Setor de Acessibilidade da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência e do Idoso (Sepedi) de Caraguatatuba constatou um aumento de mais de 100% nos pedidos de realização de projetos de calçadas acessíveis entre o primeiro quadrimestre, que foram 27, para o segundo, que foram 59.

Caraguatatuba, por meio da Lei Municipal 2.074/13, visou regularizar as calçadas para garantir o deslocamento de qualquer pessoa, independente da limitação de mobilidade ou percepção, com autonomia e segurança.

#PraTodosVerem: Ilustração que mostra uma calçada com os três tipos de faixas, na faixa livre, um homem caminhando e uma pessoa em cadeira de rodas; na faixa do lado direito, de serviço, árvores ocupam o espaço, sem interferir o trajeto; e na faixa da esquerda, de acesso, lojas ocupam o espaço (Foto: Arte)

Para facilitar a vida das pessoas que precisam construir ou adequar a calçada, o Setor de Acessibilidade da Sepedi, disponibiliza orientação e elaboração de projetos, gratuitamente, para a construção de calçadas acessíveis, respeitando as faixas de serviço, a livre e a de acesso.

“A partir do momento que a equipe da Sepedi é acionada, por meio da abertura do protocolo de atendimento, vamos até a residência para averiguar a situação da calçada e, a partir daí, orientar o profissional que já está realizando a obra ou então para fazermos o projeto”, explicou José Rodolfo de Oliveira, engenheiro responsável pelo Setor de Projetos de Acessibilidade da Sepedi.

O engenheiro ainda destacou que o “proprietário do imóvel é o responsável pela construção da calçada em frente a seu lote e deverá mantê-lo em perfeitas condições de conservação”.

Os munícipes que forem notificados, após fiscalização da Secretaria de Urbanismo, devem procurar a Sepedi no prazo de 30 dias, a partir da data de recebimento do AR (carta registrada), com a notificação para protocolo e orientação. O munícipe que não atender aos critérios corre risco de multa com valor a partir de R$1.037,50, de acordo com a testada mínima de 5 metros do lote.

O casal Sílvio Faria, 80 anos, e Regina de Fátima Scopinha, 65 anos, foram atendidos por técnicos da Secretaria de Urbanismo e do Setor de Acessibilidade da Sepedi e já estão com a nova calçada, praticamente, concluída. O casal é morador do loteamento Recanto do Som, no bairro Capricórnio II.

#PraTodosVerem: Ilustração colorida mostra como deve ser uma calçada acessível com faixa de acesso (rente à grade de entrada de edifício), faixa livre (para trânsito de pedestres) e faixa de serviço com plantio de árvores e canteiro, nessa ordem. À direita da faixa de serviço há uma rua asfaltada com carros estacionados (Foto: Arte)

“Fomos muito bem recebidos na Prefeitura e conseguimos aprovar e obter o projeto da nova calçada, rapidamente. Antes nossa calçada era desnivelada e gramada. Agora está nivelada e cimentada, acessível para pessoas idosas como eu e cadeirantes como minha irmã”, declarou Scopinha.

Morador do Travessão, Eduardo Cunha da Silva, também terminou de adequar seu passeio. “Todo munícipe devia fazer a calçada em acordo com as normas. Desta forma fica bom para as mães transportarem seus bebês em carrinhos, pessoas que fazem uso da cadeira de rodas, enfim, atende a todos”, avaliou.

O engenheiro ressaltou ainda que é importante ficar atento ao plantio de árvores nos passeios. “Por exemplo, espécies como pata-de-vaca, resedá, jasmim-manga, quaresmeira, manacá-da-serra-anão, ipê, dama-da-noite, pau-fava, cássia-do-nordeste não prejudicam os passeios por serem de porte pequeno e de raízes não agressivas. Já a Figueira e Chapéu de Sol não são espécies indicadas”, disse.

Faixas

A faixa de serviço tem largura mínima de 70 cm, destinada à instalação de equipamentos e mobiliários urbanos como lixeiras, bancos, postes, telefones públicos, sinalização, rebaixamento de guia para veículos, vegetação, entre outros.

A faixa livre é destinada exclusivamente à circulação de pedestres. Deve ser regular, firme, contínua e antiderrapante, preferencialmente de concreto desempenado. Tem que ter largura mínima de 1,20 metros, não sendo permitidas quaisquer interferências estruturais como mobiliários, sinalizações, rebaixamentos de guia, vegetações, lixeiras, etc.

Já a faixa de acesso só pode ser instalada em calçadas com largura mínima de 2 metros, admitindo vegetação, anúncios, veículos, bancos, mesas e cadeiras, desde que autorizados pelos órgãos competentes e não interfiram na faixa de circulação livre e estejam em conformidade com a lei.

Serviço

Secretaria dos Diretos da Pessoa com Deficiência e do Idoso (Sepedi), setor de Projetos, horário de funcionamento das 8h às 16h, na Avenida Jorge Burihan, 30, bairro Jardim Jaqueira. Telefone: 3886-3059.

Mais Notícias

Veja Também Recentes

Agenda Cultural de Caraguatatuba conta com várias atividades gratuitas neste fim de semana
Agenda Cultural de Caraguatatuba conta com várias atividades gratuitas neste fim de semana

Neste fim de semana, a Agenda Cultural de Caraguatatuba está recheada de atividades gratuitas. Na sexta-feira (25), o Cineclube Sambaqui promove uma sessão especial do filme ‘Marte Um’, às 20h, na Videoteca Lúcio Braun, como parte da programação do VI Curta Caraguá, Festival de Cinema de Caraguatatuba. Lançado em agosto

Leia Mais Notícias FUNDACC Publicado em 24/11/2022
Programa Bairro a Bairro inicia serviços na Região Central de Caraguatatuba
Programa Bairro a Bairro inicia serviços na Região Central de Caraguatatuba

A Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Serviços Públicos, promove a partir desta quarta-feira (16) a nova programação do ‘Bairro a Bairro’ na Região Central no município. Até a sexta-feira (18), as equipes estarão com a força tarefa no Indaiá, Jaqueira, Martim de Sá e Jaraguazinho. Na última

Leia Mais Notícias Secretaria de Serviços Públicos Publicado em 16/11/2022
Orlas da Martim de Sá e Centro em Caraguatatuba recebem programa ‘Bairro a Bairro’ nessa semana
Orlas da Martim de Sá e Centro em Caraguatatuba recebem programa ‘Bairro a Bairro’ nessa semana

O programa ‘Bairro a Bairro’, da Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Serviços Públicos, inicia nesta segunda-feira (7), uma nova programação de ações. Dessa vez, o programa realiza os serviços até sexta-feira (11), na orla da Martim de Sá, passando para a do Centro e chegando até o

Leia Mais Notícias Secretaria de Serviços Públicos Publicado em 07/11/2022
Junta Militar de Caraguatatuba segue com entrega de certificados de reservistas
Junta Militar de Caraguatatuba segue com entrega de certificados de reservistas

Os Certificados de Dispensa de Incorporação do Serviço Militar (certificado de reservista) dos jovens nascidos em 2004 podem ser retirados de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, na Junta de Serviço Militar de Caraguatatuba, no Sumaré. Todo brasileiro do sexo masculino que completa 18 anos é obrigado a se

Leia Mais Notícias Gabinete do Prefeito Publicado em 02/12/2022
Região central de Caraguatatuba recebe Bazar de Natal com venda de produtos artesanais a preços acessíveis
Região central de Caraguatatuba recebe Bazar de Natal com venda de produtos artesanais a preços acessíveis

O Fundo Social de Caraguatatuba realiza de 7 a 9 de dezembro, das 10h às 16h, na Praça Cândido Mota, mais um Bazar de Natal com exposição e venda de produtos artesanais e customizados por diversas instituições sociais. A ação é a oportunidade de garantir a lembrancinha de final de

Leia Mais Notícias Fundo Social Publicado em 01/12/2022