Newsletter Cadastre-se e receba notícias da Prefeitura de Caraguatatuba





Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner
02/02/2012
Contorno da Tamoios afeta 1.000 imóveis no Litoral Norte

Desapropriações em Caraguá e São Sebastião incluem até conjunto popular inaugurado por Alckmin em dezembro

O traçado da nova ligação rodoviária entre Caraguatatuba e São Sebastião, o contorno sul, deve afetar pelo menos 1.000 imóveis nos dois municípios. A obra integra o pacote de duplicação da rodovia dos Tamoios.

A informação, divulgada pelos técnicos do DER (Departamento de Estradas de Rodagem) nas audiências públicas promovidas nesta semana para debater o Eia/Rima (Estudo e Relatório de Impacto Ambiental) do projeto, causou apreensão nas autoridades e na população.

De acordo com o estudo, em São Sebastião, a maioria dos imóveis que devem ser afetados está nos bairros São Francisco e Topolândia.

Em Caraguatatuba, o traçado passará em cima da Vila Dignidade, conjunto de 20 casas entregue no final de dezembro pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB).

A vila, destinada à terceira idade, custou R$ 1,8 milhão aos cofres do Estado e foi erguida pela CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), no bairro Jardim Jaqueira.

Também serão afetados outros imóveis residenciais e comerciais no bairro em localidades como Tinga e Ponte Seca.

O Eia/Rima não aponta o número de famílias que teria que ser indenizada ou removida para a execução da obra.

 

Alerta. O prefeito de Caraguatatuba, Antonio Carlos da Silva (PSDB), já havia alertado que o traçado proposto pelo DER afetaria muitos imóveis nas duas cidades. Na avaliação do tucano, há alternativas de traçado que evitariam passar por região adensada.

O prefeito de São Sebastião, Ernane Primazzi (PSC), fez críticas à proposta.

De acordo com ele, a administração municipal “não foi consultada em nenhum momento sobre a definição do traçado que vai ligar o planalto ao Litoral Norte, principalmente o trecho entre Caraguatatuba a São Sebastião”.

“A obra dos contornos é necessária. Todos esses impactos poderiam ter sido minimizados se as prefeituras fossem ouvidas”, disse o prefeito em nota divulgada ontem.

Segundo ele, a população está temerosa com relação à questão fundiária, reassentamentos e desapropriações.

Traçado. A obra está prevista para ser executada em 36 meses e tem custo estimado em cerca de R$762,2 milhões.

O empreendimento possui cerca de 31,8 quilômetros e estende-se desde a rodovia dos Tamoios, em Caraguatatuba, até a SP-55, nas proximidades do Porto de São Sebastião.

Outro lado. O DER informou, por meio de sua assessoria, que é possível rever o projeto. Segundo o órgão, a intenção do governo é que a obra cause o menor impacto possível e que haverá novos debates.

 

SAIBA MAIS

CONTORNO

Estado debate nova ligação viária entre Caraguatatuba e São Sebastião

 

LIGAÇÃO

Traçado elaborado pelo DER prevê a interligação da rodovia dos Tamoios, e Caraguá, até as proximidades do Porto de São Sebastião

 

IMÓVEIS

Pelo estudo apresentado nas audiências públicas, pelo menos 1.000 imóveis podem ser afetados pelo traçado

 

CUSTO

A obra dos contornos está orçada em R$76,2 milhões, mas não há prazo para início

 

PARCERIA

O Estado planeja construir a nova ligação viária por meio de uma PPP(Parceria Pública Privada).O prazo de execução é de no máximo 36 meses

 

OBJETIVO

O objetivo do empreendimento é retirar o fluxo de veículos das regiões urbanas dos dois municípios e atender futura demanda do Porto de São Sebastião

 

EXTENSÃO

Os contornos dos dois municípios terá 31,8km de extensão

 

PROJETO

O projeto integra o pacote de duplicação da rodovia dos Tamoios

 

Fonte: Jornal O Vale

 

 



Compartilhe:





Comente!






 


Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner Banner
Prefeitura de Caraguá
12 3897.8100
Prefeitura Municipal de Caraguá
Rua Luiz de Passos Júnior, 50 - Centro - CEP: 11660-900